25 de agosto de 2015

Safra: 4.1/1974


 
Hoje vivo a vida de uma maneira nova que jamais imaginei viver.

Tenho ao meu lado pessoas que nunca pensei em conhecer.

Perdi outras que pensei que seriam para sempre.

Sobre o para sempre, aprendi que ele não dura além do nosso desejo de que seja eterno.

E que eterno mesmo é o universo e a vida que Deus nos deu, seja aqui na carne ou em espírito.

Hoje sei que o amor começa quando aprendemos a nos amar e isso nós aprendemos através do amor ou do desprezo que nos dão.

Sim o desprezo pode ensinar sobre o amor; sobre o amor próprio, sobre se reinventar e entender que se damos amor não merecemos menos que amor.

Hoje me sinto uma pessoa melhor do que fui e sei que não sei tudo sobre todas as coisas muito menos sobre quem eu sou. Estou me descobrindo a cada novo despertar, sou forte onde me julgam fraca; sou sincera embora me julguem grossa; sou doce, embora azede ou amargue. Tantas mulheres vivem em mim, não sei caber no pequeno, necessito ser eu, necessito deixar livre. Amar é meu melhor dom, lutar é um verbo que cansa, prefiro agradecer e receber o que Deus achar que me convém.

Acredito que nessa jornada não viemos para agradar ninguém, viemos para sermos felizes, para evoluirmos.

Muitas pessoas não entenderão isso e a cada ato de liberdade e personalidade contrária as vontades alheias essas pessoas irão te criticar e crucificar. Não ligue; provavelmente elas não aprenderam nada sobre si mesmas, logo não tem poder para te julgar.

Lembre-se ninguém sabe sua vida, suas batalhas e vitórias, então não espere que te entendam e aplaudam; isso é para poucos. Sua melhor platéia é e sempre será seu coração.

Se ele estiver feliz é o que basta, afinal estarão juntos até o último suspiro.

Ele sabe das suas emoções, sabe dos seus milagres diários e de tudo que viveu até aqui.

Ouça mais o seu coração por que o mundo pode falar, mas se seu coração parar sem que você tenha vivido o melhor da vida, acredite o mundo seguirá em frente e quem terá perdido será você.

Hoje eu sei que a melhor maneira de se criar alguém não é dizendo o que é melhor e sim ensinando a fazer escolhas.

Ninguém sabe o que é melhor para o outro, mas todos nós podemos ensinar ao outro que ele pode fazer a melhor escolha.

Quando educadores têm raízes fortes, eles ensinam seus discípulos a voar com as próprias asas.

 

Elaine Spani

(20/08/2015)

Texto em comemoração ao dia 25/08/2015 - meu 41º aniversário.