9 de dezembro de 2012

Signo: Trabalho!



Meu pai tem uma virtude e incontáveis defeitos.
Ele sempre trabalhou. Nunca tirou férias; quando aposentou tratou de arrumar outro emprego, onde passou quatorze anos.
Não contente e desempregado ele se reinventou e passou a vendedor externo.
A única coisa que o fez diminuir o ritmo foi um câncer.
O trabalho dignifica o homem, porém de forma ininterrupta o afasta da família.
No fim a família que foi mantida pelo dinheiro e regada com as lágrimas da ausência, tem pouco ou nenhum laço emocional.
Quando penso no sentido das férias sei o que são dias importantes e que talvez eles tivessem dado a nós o que o dinheiro nunca trouxe: um homem que nunca conhecemos e que nunca nos conheceu.
Conforto, presentes e tudo o que o dinheiro compra não paga o custoso preço da ausência.
Hoje não apenas os homens trabalham; mulheres também; o custo de vida está cada dia mais alto, então é necessário.
O que pode e deve ser diferente da minha e de outras famílias é o tempo.
Arrumem tempo, pois o dinheiro não compra nem paga tudo, há coisas sem preço e geralmente são as mais importantes e as primeiras que perdemos por conta da ausência.


Elaine Spani
Primavera de 2012

25 de novembro de 2012

CARTA AOS APAIXONADOS





Busco entender esse estranho fascínio que a paixão causa em nós.
Muita vez tento esquecer que me apaixono, ou que estou apaixonada. Nem sempre funciona.
Basta um teste simples: ficar diante dele, o causador da paixão e pronto toda resistência cai por terra. E o sorriso nasce e me vejo boba, feito criança diante de um doce.
Amar; amamos pouco, há quem diga e creia que o amor é um só, eu sinto que é pouco, mas creio em diferentes intensidades e formas de amar.
O amor tem essa propriedade de se reinventar, de renascer.
Agora a paixão... Essa acontece sem mais nem meio mais, não tente decifrar, definir; ela manda e desmanda, quer porque quer e se não tem faz birra com outros sentimentos e nada mais tem cor.
Paixão pode sim amadurecer e se transformar em amor. O amor precisa de uma dose de paixão para não morrer de tédio no meio da rotina.
Então, precisamos de ambos para que o relacionamento funcione, porém nem toda paixão sobrevive, muitas esfriam por vários motivos entre eles: falta de interesse do outro, incompatibilidades, ou simplesmente porque não era bem como imaginamos que seria.
De qualquer forma, todos nós queremos e merecemos nos apaixonar, amar e sermos amados.
Afinal que cores a vida teria sem a leveza dos sentimentos que estampa em nossos rostos olhos brilhantes, sorrisos bobos e aquela pele boa?!
Bom mesmo é aproveitar a vida ao lado daquela pessoa especial, ah e que ela também te faça sentir especial, pois sentimentos precisam ser regados para não florir apenas um lado do jardim.
E você, já declarou seus sentimentos hoje? Não? Está esperando o que?
Vai lá, ninguém vai saber se você não disser. O não você sem fazer nada já tem, está na hora de conquistar um “sim”.


Bons sentimentos para vocês.


Elaine Spani


(22/11/2012)

18 de novembro de 2012

Um CORPO

Um CORPO é apenas UM CORPO. Não desperta AMOR, somente DESEJO.
Infelizmente muitas MULHERES ainda são vistas e tratadas assim. Não importa o que tenham de bom em suas naturezas para oferecer, para muitos homens o valor de uma mulher ainda é regido por seus atributos físicos.
Amor se tornou uma palavra comum, tão vazia quanto nos fazem sentir. E não importa a dedicação de uma mulher, cada dia mais e mais homens não valorizam a mulher que está ao seu lado para toda batalha e sim aquelas que fazem deles também apenas um CORPO.
A questão é até quando esse campo de BATALHA fará vítimas?
O Amor não é um jogo, sentimentos devem ser cultivados porque o tempo fragiliza a todos sem exceção.
Aí, um dia você irá sentir FALTA da PRESENÇA e nesse dia saberá a FALTA que fez, pois provavelmente seu CORPO também estará sozinho e vazio.
Então entenderá que um CORPO contém sentimentos, entenderá que desperdiçou isso no outro, entenderá porque pela primeira vez vai sentir na pele que um CORPO não é apenas um CORPO, mas daí será tarde, pois o tempo não volta. Tudo é começo, meio e fim.

Elaine Spani
(18/11/2012)

1 de novembro de 2012

Querida Vida,

Estou aprendendo muito com as provas e desafios aos quais você me lança, mas vou te pedir um favor: será que dá pra dar uma folga?
É eu estou reclamando; e não vou me sentir mal por isso. Realmente você está pegando pesado e meu humor já não é dos melhores.
Eu ganhei você como um presente, porém me disseram que eu escolhi meu destino, na boa eu não sei quais eram as outras escolhas, mas esse destino está bem complicado. Quero trocar.
Não quero uma vida perfeita e sem problemas, quero uma trégua, preciso respirar sem me afogar em lágrimas e se possível viver alegrias durante períodos mais longos que é para eu voltar a acreditar que é possível ser feliz.
Já briguei tanto com você vida, para que fosse comum e você sempre me mostrando que tudo era diferente e eu me equilibrando no meu desequilíbrio.
Você não é nada fácil e eu também não; vamos disputar esse cabo de guerra até quando? Estou cansada de você assim tão igual e tão diferente de mim.
Eu te querendo viver e você tentando me matar de raiva, tédio, ócio, solidão; problemas tão comuns, mas em quantidade sobre humana.

Vida; não me ensina mais nada, deixa-me viver. Não te peço outra coisa, só não me atrapalha.


Elaine Spani
01/11/2012



12 de outubro de 2012

EXTINÇÃO...

Imagem: Meramente Ilustrativa


Quando se fala em extinção, logo as pessoas pensam numa espécie animal, pois bem, há de fato muitas espécies ameaçadas pela extinção. Recentemente extinguiu-se a tartaruga gigante, não há mais, acabou.
Já parou para pensar na extinção de uma maneira mais abrangente, mais ampla?
Extinção de povos, de costumes, de línguas, de culturas; extinção de rios, de desertos, de mangues. Ampliou seus horizontes?
E se colocarmos a infância em risco? Acredite a meu ver a infância está na lista de extinção.
O período da infância está encurtando e as crianças estão sendo transformadas em miniatura de adultos e isto é inaceitável.
Os pequenos; tem cada dia mais afazeres e cada dia menos tempo para ser criança.
E quando saem estão vestidos de moda que de infantil tem pouco ou quase nada.
Meninas com cabelos descoloridos ou chapados e unhas feitas; falo de crianças de 3 anos!!! Elas usam saltinhos, brilhos e maquiagem. Isso tudo na infância, o que irão usar quando forem adultas?
Eletrônicos de última geração, cada dia mais próximos da tecnologia e afastados da diversão, da brincadeira, de tudo que deveria mantê-los na infância por mais tempo.
Isso sem falar nos maus tratos, abandono, trabalho infantil, perigos como prostituição infantil e pedofilia.
Criança não precisa de nada além de amor e cuidados básicos, nem sempre o que se acha que é o melhor realmente tem esse efeito. Podem estar criando seres fúteis, materialistas e alienados.
A "extinção da infância" é algo que me preocupa e deveria preocupar a todos que um dia tiveram infância.

Elaine Spani
(12/10/2012)

2 de outubro de 2012

O que eu vi em você...

Imagem Meramente Ilustrativa

Algumas pessoas precisam de respostas, outras só
precisam acreditar. "Experimente ser feliz e não
precisará de respostas."

Elaine Spani (02/10/2012)

20 de setembro de 2012

A Luz e a Escuridão

Imagem: Meramente Ilustrativa

Você passou a sua vida ajudando pessoas, só pelo prazer de ajudar e nada mais. Então sabe bem como é e vai entender o que vou dizer a seguir.
Um dia precisamos de ajuda e percebemos que algumas pessoas somem quando mais precisamos.
E a ajuda vem de onde realmente não imaginávamos... Foi assim comigo, é assim com você e com a maioria das pessoas.
Fazer o bem sem olhar a quem... Receber o bem sem questionar também? Seria bacana, mas quando a ajuda vem de forma inesperada questionamos.
Quem gosta de ajudar raramente entende ou se vê na condição de precisar de ajuda, mas chega a hora de precisar e aí?
Não é uma questão de orgulho... É que só conhecemos quem realmente está ao nosso lado quando precisamos diretamente.
Não fazemos esperando retribuição, não mesmo, ainda assim como seria justa e boa essa reciprocidade.
Na maioria das vezes olhamos e pedimos ajuda a quem confiamos e por um motivo ou outro a ajuda não vem, daí bate aquela frustração e tentamos entender os motivos para recusa, mas nem sempre é fácil.
Aí vem o dilema, a bem dita frase que nos faz humanos e egoístas?! “Quando você precisou, eu estava lá e agora que eu preciso...”
Como é triste sentir isso! Ei tudo bem somos humanos lembra?
O mais curioso é entender e aceitar que a ajuda vem de onde menos se espera.
Enfim, para todos aqueles que ajudam porque gostam de ajudar, continuem, pois vale muito a pena. Quem ajuda recebe mais do que aquele que foi ajudado.
E se hoje é a vez de ser ajudado, não espere muito de quem você aposta que vai abrir as portas para você sem pensar; você pode dar com a cara na porta, mas receba a ajuda quando o sol passar pela fresta da janela.

A luz sempre vence a escuridão.



Elaine Spani
(20/09/2012)







13 de setembro de 2012

PAPO DE FILHO

Fotografia: Meramente Ilustrativa

Ei meus avós eram seus pais, certo? Eles esperavam um mundo melhor para você; os pais dos seus pais, meus bisavós, também esperaram um mundo melhor para os filhos. Sei que é isso que você espera para mim: um mundo melhor.

Há gerações vocês esperam um mundo melhor, isso é bacana.

Agora dá pra me explicar uma coisinha: Por que todos vocês só esperaram?

Dava para ter feito muita coisa sabia?!

Galera; sobrou tudo pra mim.

E se eu sou o futuro é melhor arregaçar as mangas, pois a bagunça que herdei está difícil de administrar.

Adultos!



Att,

Eu, criança.


Texto: Elaine Spani

8 de setembro de 2012

Que seja BOM pra mim

"Às vezes me pergunto se ainda não encontrei, ou se simplesmente me perderam..."

Elaine Spani
(08/09/2012)

7 de setembro de 2012

DESEJO RASGADO

Enquanto bordava o amor em pura seda espetou seu delicado dedo, então sua face tornou-se rubra tal qual o tecido desvirginado.

A inocência rolou de seus olhos, escorreu entre seus seios, mas antes que a próxima gota mergulhasse em queda livre, encontrou conforto nos lábios do seu amado.

E de repente o silêncio quebrado em pequenos suspiros e gemidos, fez a noite amanhecer sorrindo.

Nada acontece na conta do acaso, pois só mesmo o amor é capaz de sangrar o desejo para conquistar um coração partido.

Elaine Spani
(07/09/2012)

3 de setembro de 2012

CASO DE VIDA OU...

Você vai morrer!


Qual o espanto? Essa é a única realidade comum a todos que nascem; a grande questão é que vivemos sem pensar no fim.

O único fim que nos contam é aquele dos contos de fadas, onde tudo termina com: “E viveram felizes para sempre”. Balela! Primeiro que não dá para ser feliz tanto tempo, segundo porque só há eternidade para o espírito e isso para quem crê, senão amigo é tchau e benção mesmo.

Viver não é assim um comercial de margarina, não há um roteiro previsível, mas deveríamos viver sabendo que podemos morrer a qualquer momento. Não como uma neurose coletiva, mas a fim de aproveitar melhor a vida e suas chances.

Então entenda, você vai morrer isto é um fato é bom ir se acostumando com a ideia. Por exemplo: talvez você não chegue ao final deste texto. Vai que...rsrsrs. Entendeu?

Não deve ser confortável receber um diagnóstico de que a vida está chegando ao fim por uma doença, mas lembra do começo da nossa história? Morrer é uma certeza desde que nascemos, ou você já viu alguém ficar para semente?

Só tenha calma, pois morrer também não e assim pá pum; foi. A menos que você tenha um infarto fulminante, ou escolha pular fora; algo como: prédio, ponte ou plataforma de trem; também tem faca, tiro, veneno, mas na boa, pra que suicidar-se se como dizia Renato Russo: “Podemos começar tudo de novo agora mesmo.”

O que eu quero com esse papo todo de morte é que você viva oras.

E se você foi um dos sortudos que consegui ler até aqui, parabéns muitos anos de vida; agora vai. Vai viver a sua história, pois esta acaba aqui.

Elaine Spani
(03/09/2012)







23 de agosto de 2012



"O desejo é um perfume que vez ou outra transcende a pele, entre todas as notas que compõe esse perfume, a essência do amor é tão única que dá a cada pessoa uma identidade que nos atrai ou não.

É uma questão química e hormonal. Somos animais e mesmo os mais racionais podem ficar inebriados."

Elaine Spani
23/08/2012









5 de agosto de 2012

LUZES DA PAZ - "Tooro Nagashi"

O episódio de 06 de agosto de 1945 sempre estará presente na memória mundial. Há 67 anos, em meio à Segunda Guerra, o governo dos Estados Unidos mandava detonar a bomba atômica sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, provocando a morte de mais de 200 mil pessoas. Em memória a um dos acontecimentos mais tristes da história da humanidade, a segunda edição do evento Luzes da Paz - Tooro Nagashi terá lugar domingo (5), às 20h15, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.
Data e horário do evento, gratuito, decorrem do fato de que o bombardeio a Hiroshima ocorreu às 8h15 do dia 6 de agosto de 1945. Portanto, por conta do fuso horário, no Brasil o lamentável episódio é recordado às 20h15 do dia 5 de agosto. Neste momento, será sincronizado aqui e no Japão o silêncio em reverência às vítimas do atentado. O ataque a Nagasaki foi deflagrado três dias depois.
Os telões da Fonte Multimídia do Ibirapuera vão projetar uma solenidade budista em memória da cidade de Hiroshima. Em seguida, os tradicionais tambores japoneses, conduzidos pelo grupo de taikô, romperão respeitosamente o silêncio.

 
Será o momento de dar início ao ritual do tooro nagashi, em que lanternas feitas de bambu e folhas de seda serão soltas no lago. Segundo os costumes tradicionais japoneses, as lanternas servem para iluminar e guiar os espíritos em sua jornada a um novo plano de existência.

Texto original: Fábio Vendrame/Viajeaqui


Fotografia: Elaine Spani

Visão Pessoal: Fui ao evento e fui sozinha, a noite estava fria e garoava de maneira esparsa. Éramos muitos ali, mas muito menos do que os homenageados.
Sempre pensei que era ruim relembrar tragédias e que deveríamos esquecer atrocidades, mas hoje meu pensamento mudou.
No exato minuto em que soaram as sirenes de alerta, avisando sobre a boba, pude sentir o horror. Era como se a dor de todos aqueles que pereceram, estivesse presente entre nós.
Era um grito de socorro, havia muitas vozes naquele silêncio e todas tinham  um mesmo pedido: um pedido de paz. Aquilo me fez entender que não devemos esquecer, pois esquecer faz com que possa acontecer de novo. Então finalmente entendi por que é necessário relembrar ano após ano; para que nunca mais aconteça.

Elaine Spani
(05/08/2012)
"Sou muito grande, e muito superior é o destino para o qual nasci, para que eu possa permanecer escravo do meu corpo."

Sêneca


Na maior parte das vezes, disperdiçamos chances, ou somos disperdiçados. Os sonhos sempre serão jovens, as mentes iluminadas, não espere que o corpo sobreviva, apenas seja o melhor que pode e se não puder ajudar, não atrapalhe a evolução. Deixe sempre o lugar melhor do que você encontrou. Faça mais amigos do que inimigos.
Sim, eu também sou bem maior do que seu julgamento pode medir.

Elaine Spani
(04/08/2012)



17 de julho de 2012

AMORES FAMILIARES

Imagem: Meramente Ilustrativa

As primeiras palavras para uma conscientização sobre algo difícil geram silêncios...o coração bate ora devagar, ora a galope, mas pouco a pouco os passos são dados. Quando se tem apoio, até a pior notícia pode ser melhor digerida. Estamos juntos feito um bambuzal. Podemos envergar a cada novo vento, mas dobrar só significa q somos flexíveis e aceitamos o vento, porém não quebramos, basta ver que estamos unidos e em pé.

Elaine Spani
(17/07/2012)

11 de julho de 2012

O DESPERTAR

Um dia a gente acorda e percebe que nem todo mundo está ao nosso lado.
Há pessoas que estão e estarão ao nosso lado no melhor e no pior, essas são raríssimas, mas são pra vida inteira.
Quem não está ao lado, está em nossa frente, atrás, abaixo, ou até acima de nós.
Aqueles que estão à frente não se importam em olhar para trás, seguem suas vidas como se nós não existíssemos e lembrarão apenas quando for preciso, ou conveniente.

Os que seguem atrás; estão espreitando nossos passos para num momento de fraqueza; quando cairmos após tropeçar nas pedras do caminho, criticar ou fazer pouco de nós.

Quando caímos percebemos que não somos os únicos e que abaixo de nós já tem muita gente que caiu antes; gente que não tem mais força para se levantar, gente que desistiu e quer que a gente também desista de se reerguer.
Ao olhar para cima após um desses tombos da vida percebemos quem está acima de nós; são dois tipos de pessoas: aquelas que te olham e seguem sem ajudar e as que estendem a mão para te levantar.
Um dia a gente acorda e percebe que nem todo mundo que está ao nosso lado irá entender o nosso caminho, muito menos acompanhar nossos passos.

O bom mesmo é não esperar que isso aconteça, assim quando percebermos a dificuldade chegando de frente, ao nosso lado; estarão apenas os raros, pois esses não julgam nosso caminho e sempre estarão a um passo de nos estender a mão.
Muitas vezes a mão não vem de onde seria natural, de onde mais esperamos, mas é estendida de onde menos se esperamos.
Tudo na vida é aprendizado, tudo é evolução, não adianta criticar quem não consegue dar um passo é preciso seguir em frente sempre e muitas vezes levantar a cabeça faz parte de se reerguer, não é um ato de arrogância. Por tanto não julgue o outro pelos seus atos, faça o que tiver que fazer e siga sua vida aprendendo sempre.

"O caminho é muito melhor quando se está acompanhado, mas sozinho também se chega."






Elaine Spani

(08/07/2012)

29 de junho de 2012

RETRATO FALADO


Eu apanhei muito, ainda apanho, mas já bati também. Só que minha força não é tanta é outra é quase santa por tudo que superei e venho superando.
Lamento; não ser a única, há outras tantas iguais a mim, porém muitas já não têm voz, foram silenciadas para sempre.
Estou sozinha comigo, contigo, em meio à multidão, estou preza, refém do vício que não é meu. Inalo o cheiro vindo da boca etílica, ela morde, mastiga e cospe palavras ofensivas.
Os olhos transtornados que violentam minha a alma e o corpo, surrado, usado, vilipendiado.
Moro na rua, vivendo de esmolas e olhares que não me vêem, moro nas esquinas, vendida em carne e agonias, moro na mente do vizinho que ouve meus gritos e finge não ouvir. Moro na menina escolhida como mercadoria para pedofilia. Moro na mesma casa onde você vive e curiosamente não nos conhecemos.
Quebrei a casa toda, alguns dos meus ossos foram quebrados, a cara quase sempre; tomei remédios para dormir e outros para não acordar. Fui chamada de louca, depressiva, fresca, mimada, vadia. Tive muitos nomes, passei de mão em mão de boca em boca.
Sofri tudo aos gritos, sofri tudo calada, tudo pelos filhos; os filhos que tive por querer, os outros que tive sem querer, os que eu dei e não sei quem são; aqueles que não nasceram mesmo sendo sonhados e queridos.
Essa foi minha vida, por um teto, um sonho, um prato de comida, o status de uma vida a dois. Por quê?
Eu me tornei mulher ainda menina, foi tudo tão rápido... Foi meu pai, meu padrasto, meu tio, meu irmão, foi o padre, foi um homem, um homem sem rosto e sem nome, com jeito de bicho bem maior do que o bicho papão.
Eu acreditei que podia ser feliz e fui, fui atrás do meu sonho, fui atrás de você: amor, paixão, ilusão; você que foi meu tudo: amigo, amante, amor; meu homem.
Foi presente, ausente, foi bom e mau; dias de alegria, noites de choro sufocado, de sangue lavado. Você me deu uma vida, me pôs na vida e de mim você muitas e muitas vezes você tirou o direito à vida, eu morri incontáveis vezes.
Honrei teu nome por amor, desonrei por vingança, por muitos anos de comunhão na carne e bem pouco na alma.
Acreditei em conto de fadas, em histórias da Carochinha, passei de Cinderela à pano de chão ao beijar teus pés de príncipe com alma de sapo perdi bem mais do que tempo, perdi a noção.
Acreditei, eu com meu pouco estudo, eu com minhas faculdades e mestrados, eu analfabeta, eu diretora de empresa, eu doméstica. Eu independente com meu carro blindado e sem blindagem cardíaca.
Quem eu sou? Sou sua amiga de infância, sua colega de trabalho, a garota de programa parada na esquina, a empregada no elevador de serviço, a moça do balcão, sou sua ex, sua atual, sou sua mãe e sua filha.
O que importa é que todas nós temos nossos segredos e muitas vezes estão aparentes, dependurados em nossos olhos, diante dos teus e você não vê esse retrato falado.

Cuide do feminino, nós; as mulheres de sua vida agradecemos afinal é de uma de nós que você veio.

Elaine Spani
(29/06/2012)

25 de junho de 2012

MAÇÃ VERDE

Imagem meramente ilustrativa
Frase: Elaine Spani
Montagem: Elaine Spani
Data: 25/06/2012

20 de junho de 2012

A CHAVE...





Algumas pessoas acreditam que o dinheiro pode comprar tudo.
Um bom tanto delas comprará o necessário, já outras irão além; cairão na tentação dos bens, luxos e vaidades. Tudo que o dinheiro paga.
Irão ostentar e se perder em brilhos que dizem do status de suas finanças, mas que nunca darão brilho as suas almas.
Não, eu não sou contra o dinheiro, ele é necessário, mas é como tudo tem o valor que nós atribuímos, no fundo é apenas papel.
Isso vale para pessoas, elas tem o valor que damos a elas.
Lembro aqui que os sentimentos verdadeiros não se prestam aos cobres.
Os bens mais valiosos não são financiáveis, nem a médio, muito menos a longo prazo.
Um dia restará dinheiro o bastante para suprir as necessidades e luxos, mas algumas pessoas irão descobrir o tamanho de sua real solidão.
Neste dia eles saberão de um jeito amargo o sabor da humilhação e do descaso imposto.
Quando perceberem que o dinheiro não compra o intangível: valores morais, saúde, sentimentos verdadeiros.
Lamento que muitos ainda sejam reféns do materialismo desenfreado, a vida simples ainda é a mais verdadeira.

Moral da história: o dinheiro serve ao homem, mas o homem que serve ao dinheiro não tem valor, não vale nada. Dinheiro não é a chave de todas as soluções.

Elaine Spani
20/06/2012

8 de junho de 2012

100 PRÉ(Conceito)?!


Vamos celebrar a estupidez humana, já dizia Renato Russo em Perfeição, uma das mais coerentes letras que eu conheço e admiro.

O tema que escolhi hoje também é polêmico: homossexualismo.
Eu realmente não entendo a sociedade quando o assunto é a homossexualidade. Vou separar em tópicos o que não entendo para que juntos possamos chegar a algum ponto comum.

Opção Sexual: Sexualidade não é algo opcional, você diz que optou entre comprar um carro ou uma moto, mas não faz sentido dizer que escolheu gostar de um homem ou de uma mulher ou dos dois.

Orientação Sexual: Ninguém orienta os filhos através de educação sexual para que eles gostem desse ou daquele sexo. Ninguém ensina sentimentos e desejo. Pessoas se descobrem.

Sair do Armário: Expressão usada para o ato de “assumir” a homossexualidade. Pra que assumir que é homossexual? Eu nunca assumi que sou hetero. Realmente é uma satisfação pública? E daí com quem a pessoa namora e o que ela faz e com quem faz entre quatro paredes? Isso é intimidade, não deveria ser declarado como imposto de renda. É claro que ao ver a situação diferenciada entre casais fica meio óbvio, então assumir o que e pra que?

Aceitar ou não aceitar: Gente, ninguém precisa aceitar o homossexualismo, querendo ou não eles existem, basta conviver e cada um cuidar da própria vida sem o maldito preconceito. Gays existem desde que a humanidade foi criada e se realmente fosse pecado Deus já teria tomado providência.

Doença: Hello, homossexualismo não é doença física, mental, muito menos emocional. Não é modinha que dá e passa. Encare os fatos: eles existem e não vão atacar você. Eu nunca ouvi um caso de gay que tenha abusado sexualmente de alguém, gay preso por estupro, gay preso por pedofilia. Doente está a sociedade, sofrendo de hipocrisia crônica.
Porque tanto preconceito com a sexualidade entre casais do mesmo sexo? Sexo é sexo, o importante é o respeito e o companheirismo que, aliás; falta em muito casal hetero.
Não eu não sou militante gay, só uma mulher, um ser humano cansado de tanta perseguição e hipocrisia.

Afinal, a “barbárie sexual” não está na cama dos homossexuais e sim mascarada na sociedade cheia de pedófilos, estupradores covardes, e acima de tudo nas leis que são brandas demais em casos de violência moral e sexual.

Sujo não é o amor entre iguais e sim a mente daqueles que realizam suas fantasias as escondidas e depois tripudiam com escárnio em cima do universo gay.
Amem. O amor é a única salvação o prazer vem de nós e isso nós dividimos com quem quisermos; não se escolhe a quem amar, mas respeito é bom e todo mundo gosta.


Elaine Spani

(08/06/2012)

31 de maio de 2012

COR de ROSA: CHOQUE!


MULHER que é mulher sabe sobre o que estou falando. Quando queremos seduzir seduzimos, quando não queremos não nos deixamos seduzir.
Hoje vi na televisão algo que infelizmente virou rotina. Uma mulher foi assediada sexualmente dentro de um trem, porém ela não se calou; reagiu e bateu no agressor.
Logo o tumulto estava criado, pois a reação de indignação dela gerou revolta em outros passageiros que também passaram a agredir o homem que a molestou.
Resumo: colocaram o homem para fora na base da pancada.
Sou contra a violência, mas sou principalmente contra cafajestes que se aproveitam de situações e confundem a mulher com objeto de seu desejo.
Vivemos em uma época onde nada justifica o abuso, quem quer consegue o que quer sem ser na base do crime. Só mesmo os incapazes e covardes se utilizam de meios escusos para ter uma mulher.
Nós não somos objetos inanimados, mesmo aquelas que se utilizam do corpo como meio de sobrevivência, merecem consideração. É uma questão de dignidade.
Toda ação gera uma reação, espero que os homens tomem este caso como exemplo, nós iremos reagir sempre.
E atenção aos casados; certidão de casamento não é posse para uso e fruto, muito menos contrato de posse onde você adquiriu um bem de maneira legal e de papel passado. Existem leis, a Lei Maria da Penha é um bom exemplo disso.

Quando uma mulher quer: ela é sua, pense em cada uma de nós como o mesmo amor e consideração que você tem ou teve pela sua mãe, nos aborde como você gostaria que um homem tratasse sua filha, daí fica tudo certo.

Fica a dica! Por isso não provoque, como diz na música: é cor de rosa CHOQUE!

Elaine Spani
(30/05/2012) 





29 de maio de 2012

SOU UMA GOTA D'ÁGUA

Já não lembro quando você se foi, memória nunca foi o meu forte, mas bastava perguntar a um desses buscadores de internet e a data viria.
Quer saber? A sua morte foi um dos piores dias da minha vida.
Sei lá, tudo o que você disse parecia ser pra mim; os mesmos pensamentos, dores, amores, ideais.
Não preciso mesmo lembrar a data exata de quando você se foi, pois na verdade cara, de um jeito e de outro eu nunca te deixei partir.
Ainda vejo fotos tuas; como esquecer teu jeito tímido? E esses seus olhos que no raso, escondiam o quanto você sempre foi profundo.
Sua voz ainda canta pra mim e de um jeito tão forte e sincero que muitas vezes ainda me emociona e faz chorar.
Não sei como gostei de ti, mas sei que não tinha como não gostar. Meus amigos também gostavam muito, eles também sentem muito a sua falta.
Fico imaginando como seria o mundo de hoje, visto por teus olhos, mas de verdade, não mudou muito, quase nada e é triste dizer isto, em alguns aspectos até piorou.
Não, não era pra ser profecia, mas as coisas ainda são como quando estavas aqui. Sinto muito se as notícias não são boas.
A corrupção ainda rola solta, mentir ainda é fácil demais, muitos celebram a hipocrisia, parece que foi tempo perdido. Será? Infelizmente temos muitas Clarices e eu ainda me apego facilmente ao que desperta o meu desejo e tenho certeza de que os bons morrem jovens.
Você via o mundo sem filtro, talvez por isso tudo ainda seja tão Faroeste Caboclo.
Cara, quando me vi, tendo que viver comigo apenas e com o mundo...eu tive medo e até sangrei sozinho entenda.
Renato, onde quer que você esteja acredite: eu também tenho um sorriso bobo parecido com soluço e isso é culpa tua.
Este texto foi criado não apenas por uma fã, mas por uma mulher que ainda menina percebeu que o mundo andava tão complicado que só através da poesia poderia ser salvo. Afinal é mesmo preciso amar as pessoas como senão houvesse amanhã.
E você Renato Manfredini, salvou muitos mundos com seu recado poético. Eu sou uma gota! E ainda me pergunto: o que vou ser quando eu crescer.

Elaine Spani
29/05/2012

27 de maio de 2012

LOBO MAU UAU!!!!

Atualmente um personagem em uma novela em horário dito nobre, convive com três relacionamentos simultaneamente.

Mesmo sendo digamos um bom administrador de mentiras, elas estão vindo à tona.
A primeira esposa descobriu parte da traição e decidiu castigá-lo “adestrando” o infiel.
Dizem que a vida imita a arte, confesso que já vi este filme e acredito que a arte das novelas reproduz a realidade de maneira banal.
Pensa como fica a cabeça das crianças e jovens com esse tipo de modelo. Não estou sendo puritana; apenas pense o que você quer para os seus filhos e diga: Você consegue ver junto com as crianças uma novela?
Voltando ao comportamento do personagem e associando a vida real, homem quando pego em falta grave muda da água para o vinho. E não estamos falando de um vinho qualquer e sim finíssimo.
O medo de perder a vida mansa e estável, aquela que dá a bela fachada de “homem de família”, faz com que eles fiquem “pianinho”. Obedientes ao extremo, capazes de comer o pão que a “diaba” amassa tendo como recheio o próprio orgulho.
Já vi muito “cachorro” miar um: Sim amor; tremido a cada ordem ou devaneio de suas digníssimas. E as donas das rédeas se achando as donas da situação.
Não, não estou ridicularizando as mulheres, seria o mesmo que atirar no meu próprio pé, mas reflitam se não é assim apesar de abominável?!
Chega a ser patético como elas ganham confiança enquanto os submetem a humilhações e o modo como eles ficam caseiros e obedientes por um tempo.
Sim, a pseudo fidelidade não dura “ forever ” é uma questão de limpar a barra e distrair a “patroa”, tão logo reconquistam o terreno e ganham a tão esperada: liberdade condicional, a grama do vizinho volta a chamar atenção, tão verde quanto antes.
Mulheres; acordem. Fantasia de cordeiro não adere nem satisfaz nenhum lobo mau.
Afinal querida dona Carochinha, se está assim na novela, infelizmente piora na vida real.

Elaine Spani
27/05/2012

20 de maio de 2012

D(i) Menor ?


A vida começa cada dia mais cedo e muitos não pensam na consequência de seus atos. Será que existe punição possível para manipulação de sentimentos?
Muitos jovens sabem que pedofilia é crime, mas não veem certos relacionamentos como sendo pedofilia.
Para quem está apaixonado, o sentimento é a única coisa cabível e todo o resto é apenas inveja por eles serem felizes, mas quando se está tomado pelo sentimento quase sempre não conseguimos raciocinar com frieza e enxergar as coisas como realmente são.
Ninguém começa um relacionamento pensando que vai terminar amanhã, ou que o outro além de bom comportamento e belas palavras trás lá no fundo a certeza de que aquilo não será para sempre.
Todos acreditam cegamente que são amados, que aquela pessoa é a única capaz de fazê-los felizes, afinal pessoas mais velhas tem experiência sobre a vida e é exatamente aí que mora o perigo.
A vida ensina realmente muita coisa e adultos sabem muito bem onde estão suas responsabilidades, alguns esquecem ou passam por cima delas em proveito próprio, pensando apenas no que é bom para si, mas um dia acordam e percebem onde estão se metendo e decidem pular fora.
Daí toda a confiança é quebrada, e o que se vê é igual a sempre, mas existe fórmula para neutralizar os sentimentos?

A lei diz muita coisa sobre adultos que se relacionam com menores, mas cai em contradição quando estipula idade da maturidade do adolescente.

Aos 16 anos o jovem pode decidir o futuro do país através do voto, mas quando está verdadeiramente apto a entender o que é crime?

As leis ainda são brandas em relação aos danos físicos, psíquicos e emocionais, mas não dá para proibir, então é mover o mundo para que as vítimas não se tornem novos algozes.
O que sei é que pedofilia é crime sim e que muitas novinhas, em geral mais meninas do que meninos caem nessa, muitas acreditam e depois o tombo é feio.
O tempo mostra que elas não são diferentes por serem jovens, mas tudo poderia ser facilmente evitado se o mundo não as seduzisse tão cedo.
Mas não se engane, muitas delas sabem ludibriar e manipular adultos, os dados estão lançados, vamos ver quem ganha o jogo: lobos ou novinhas? Lobas ou os Nens?

Elaine Spani
20/05/2012




16 de maio de 2012

Querida Mulher Maravilha,


Você mesma. Você que mata um leão por dia, cumpre dupla jornada, tem sido mais forte do que seus super poderes e pra completar parece longe de um final feliz.

Está com aquela sensação de vazio, de que as coisas não foram exatamente como planejou? Acredite: você não está sozinha.

O papel da mulher na sociedade virou roteiro de longa metragem e nem sempre os créditos são seus.

A grande questão é ver que no final das contas, muitas acabam sucumbindo ao stress da vida moderna sem sequer sair dos bastidores para brilhar no papel principal.

Muitas dizem que estão cansadas e que os homens na ajudam. Em alguns casos é mesmo verdade.

Tudo parece tão pronto e prático, até o prazer já virou uma coisa meio: “fast food”.

Não há tempo para nada e as pessoas que são muitas, acabam se perdendo por pouco ou quase nada.

Saudade do tempo que tudo era simples, inclusive as pessoas que não complicavam tanto, apenas viviam. Tínhamos menos opções e mais convicção.

A evolução foi boa, a modernidade bem vinda, mas sinceramente, não há mulher que seja tão Poderosa ao ponto de não querer alguém em seu mundo para poder dividir suas conquistas e medos.

Independentes sim, mas com consciência de que tudo tem limite e não só o cartão de crédito.

Toda Mulher Maravilha devia ver em si o seu lado princesa e se deixar seduzir.

Os homens de hoje esquecem que somos mulheres e temos fragilidades e gostamos de ser seduzidas e mimadas, porque boa parte das mulheres toma o papel deles para si. Eles acabam perdendo a iniciativa.

Quer reinar? Engole um pouco a sua competência e permita que ele encontre um lugar em sua vida. Mostre que eles são indispensáveis e não apenas úteis.

Homens; declaro aberta a temporada de caça!

Não, não somos prezas fáceis, mas estamos dispostas a abaixar a guarda e quem sabe assim podemos novamente falar a mesma língua?!

Boa sorte aos novos casais


Elaine Spani


Imagem Meramente Ilustrativa

Texto: Elaine Spani




7 de maio de 2012

(i)Limitado

Vamos rever aqui o conceito de "limite".
Todos nós queremos planos ilimitados de telefonia móvel, mas quem quer uma criança sem limites por perto?
Então, imagine que essa criança ilimitada irá crescer e se tornar um adulto sem limites e lógico vai crer que pode fazer tudo o que quiser sem nenhuma consequência.
Limite é algo muito importante e deve ser ensinado desde muito cedo.
Bebês que crescem sem o tal limite são facilmente identificados por choros de birra e cenas de mau comportamento.
Muitos mal saem das fraldas e usam o imperativo: Eu quero! Ou  o clássico: Você não manda em mim!
Há ainda aqueles que quando contrariados ficam violentos apelando para mordidas, chutes e beliscões.
Esses mesmos bebês quando não corrigidos se tornam, crianças problema que irão apresentar distúrbios comportamentais, por ter pouca ou nenhuma tolerância.
São os mesmos que na adolescência irão cometer bulling, ter envolvimento com drogas e todos os excessos que puderem experimentar.
Na fase adulta terão problemas de adaptação; seja na vida social, educacional, profissional e também na emocional.
Nem sempre é necessário anos de estudo em psicologia para entender algo simples: limite é necessário e precisa ser ensinado.
Pode ser interessante ter um parceiro (a) ilimitado (a) na cama, mas não é bom se ele(a) não tiver por exemplo: limites financeiros.
Aprender a ter limite é aprender a ter controle. E ter controle é saber até onde ir e isso é muito bom afinal cada um de nós tem um limite próprio.
Quer outro exemplo? Experimente ultrapassar o limite de velocidade; ou estourar o limite do cartão de crédito?!
A próxima vez que você se deparar com a frase: Tudo tem limite; será mais fácil não torcer o nariz.


Elaine Spani

29 de abril de 2012

MEU LUGAR EM VOCÊ


A vida é um imenso quebra-cabeça; nós apenas pequeninas peças tentando encontrar onde podemos caber.

Há encaixes que são perfeitos! Aprendi que não dá para adivinhar pela cor, nem pelo formato mais próximo, onde de fato é o nosso lugar junto a alguém. Na verdade o encaixe é único mesmo com tantas peças parecidas, similares e até iguais.

Muitos podem tentar preencher os espaços, mas para caber é preciso ser dali.

Elaine Spani

DIAS MELHORES...


"E DEUS criou o Universo... obrigada SENHOR!" A ADOBE criou o PHOTOSHOP muito Obrigada ADOBE!

Sempre me pergunto o que há por detrás das páginas da vida de uma pessoa? Seus erros, seus acertos... tombos e vitórias.
Sabe, não somos perfeitos embora ELE nos tenha feito sua imagem e semelhança, mas podemos EVOLUIR sempre.
Caso você não saiba o que fazer ou o que dizer durante um momento difícil...não diga nada... você pode piorar tudo!

Apenas um abraço é o suficiente; ele cola os cacos e diz: estou aqui.
 
Elaine Spani